Como manter a sua empresa segura gastando pouco

O Brasil é atualmente o 11º país mais inseguro do mundo, segundo dados da ONG americana Social Progress Imperative. E o Rio de Janeiro é uma das capitais mais violentas do país, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea).

Portanto, além de se protegerem, ter o apartamento e a empresa seguros é uma das principais preocupações dos empresários cariocas. Afinal, um único assalto ou acidentes como incêndios podem ser capazes de levar tudo o que foi construído em anos.

Com isso, os donos de negócios que desejam continuar com seus endereços no Rio, sem que haja qualquer mudança de cidade ou estado, devem se precaver para manter suas propriedades seguras.

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança, 94% das tentativas de roubos em locais que são monitorados e possuem um sistema de alarme fracassam.

Mas até pouco tempo atrás, o mercado de segurança eletrônica possuía um alto custo com seus produtos e instalações, o que fazia com que muitas pessoas deixassem de investir nisso por pensarem que seria algo inviável para o orçamento da companhia. Porém, a tecnologia se expandiu, e com a sua popularização, os mesmos produtos e suas instalações estão se encaixando cada vez mais no bolso dos administradores.

Pensando em facilitar a sua vida, listamos alguns itens que possuem um gasto menor, mas que não deixam a desejar nos quesitos qualidade e segurança. Confira:

Câmeras IP

Ter uma câmera de segurança deve ser o item número 1 da sua lista de aquisição de produtos de segurança eletrônica. Como existem diversos tipos, entendemos que a escolha da mais adequada não parece ser tarefa fácil. Mas dentre as opções, resolvemos falar sobre as câmeras IP, que são altamente qualificadas e conseguem ter um custo inferior às demais.

As câmeras IP possuem a tecnologia Wireless, ou seja, não precisam da conexão de cabos de rede para que as imagens sejam transmitidas diretamente. Com isso, a instalação é mais simples, por não ser necessário quebrar paredes para passar cabos, nem modificar a estrutura de ambientes.

Essas câmeras, quando devidamente instaladas e prontas para serem usadas, entregam suas imagens via smartphone, tablets ou notebooks. Sendo possível receber notificações por movimento, com visão noturna e gravação.

Temos um artigo que te ajuda a escolher a câmera de segurança ideal aqui.

Sensores de movimento

A instalação de sensores de movimento é uma forma muito eficiente de reduzir o consumo de energia em diversos tipos de ambiente. Manter apagadas as luzes dos espaços comuns quando não há ninguém no local pode reduzir consideravelmente a conta de luz. Os sensores ativam as luzes, quando detectam movimento e/ou presença no ambiente, e também as apagarão automaticamente ao detectarem falta de atividade.

A configuração do tempo em que a lâmpada irá permanecer acesa após o dispositivo detectar o último movimento é um fator importante para manter a economia de energia. Além disso, o indicado é optar por lâmpadas de LED, que possuem uma durabilidade maior e são mais mais leves e econômicas. Com elas, o custo de manutenção pode ser ainda mais reduzido.

Alarmes

Com o índice de criminalidade crescendo continuamente nos dias atuais, cada vez mais prédios e salas comerciais têm instalado sistema de alarme para sua proteção. Mas além dos alarmes com sensores de movimento, existem também os alarmes de incêndio com opções de baixo custo para evitar danos em casos de incêndios.

O incêndio no Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, poderia ter causado menos danos com medidas simples de segurança como a instalação de alarmes de incêndio. Assim como a tragédia no Museu Nacional, também no Rio.

 

Existem no mercado uma grande variedade de tipos de alarme de incêndio entre acionadores, alarmes, detectores manuais e automáticos. Além de ser preventivo, uma vez que não é preciso que haja fogo propriamente dito para que seja acionado (basta um sinal de fumaça), um alarme de incêndio comum tem a vantagem de ser facilmente instalado e com um custo de manutenção baixo, o que o torna acessível para colocá-lo em empresas.

Viu como é possível começar a investir na segurança de sua empresa gastando pouco? A Ser-Tel possui diversas soluções para oferecer os melhores produtos e atendimento para o seu negócio. E lembre-se: investir em segurança não é um gasto extra, e sim, uma necessidade.

Continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas sobre segurança eletrônica! Se possuir alguma dúvida ou sugestão, é só deixar nos comentários.

Até a próxima!