4 dicas essenciais para ter segurança em condomínios

Não é novidade que o índice de violência nas grandes cidades tem crescido a cada ano. Com isso, os roubos e furtos têm se tornado fatores mais comuns na rotina do país. Seja na rua, em shoppings ou até mesmo dentro de casa, não há escapatória.  Só no Estado de São Paulo, os assaltos em condomínios residenciais cresceram 56%, segundo dados da SSP obtidos via Lei de Acesso. Com isso, os síndicos de todo o Brasil procuram adotar novas estratégias para promover o aumento da segurança em condomínios.

Por mais eficientes que porteiros ou vigilantes sejam, eles já não conseguem garantir uma proteção completa de um condomínio sem o auxílio de equipamentos e tecnologia. Porém, alguns síndicos ainda tentam resistir a este caminho, visto que o custo para tais aquisições pode sair alto. Mas você provavelmente já ouviu falar na expressão “o barato que sai caro”, certo? Ela se encaixa perfeitamente nesta situação.

Se você opta por não investir em tecnologia e acaba sofrendo um roubo grande em seu condomínio, qual prejuízo será maior? Precisamos ter em mente que na atual realidade em que vivemos, ter segurança não é mais opção e sim necessidade.

Portanto, se você acredita que o seu condomínio está precisando de melhorias para manter seus moradores protegidos, separamos 5 dicas essenciais para você adotar em seu condomínio agora mesmo:

Utilize Sistemas de Alarmes

Não importa o tipo de propriedade que estamos falando – seja ela residencial, comercial ou industrial – ter um sistema de alarmes é imprescindível. De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança, 94% das tentativas de roubos em locais que utilizam sistemas de alarme, fracassaram.

Quando ocorre uma invasão, o alarme dispara um sinal sonoro para informar que alguém entrou em determinado local indevido e imediatamente é enviado um sinal para uma central de monitoramento para tomar as devidas medidas.

Opte por um Circuito Fechado de TV

Alguns condomínios possuem em sua portaria uma televisão para que o porteiro tenha um tipo de “passatempo” durante o seu turno, mas na verdade isso pode se tornar um problema. Isso dificulta de certa forma a concentração do porteiro no que é considerado mais importante: a segurança em condomínios.

Para tal, o indicado é optar por um CFTV (Circuito Fechado de TV) que além de impedir essa distração, será uma nova forma de vigia. Ao instalar este serviço, você irá precisar efetuar a compra de algumas câmeras de segurança e instalá-las em lugares estratégicos de maior acesso.

Existem algumas opções disponíveis no mercado: Infravermelho, IP e Análogas. Se você quiser saber mais como cada uma funciona, basta clicar aqui.

Automatize as portas de entrada

A instalação e manutenção de um portão eletrônico tem um custo inferior, ao contrário do que muitos pensam. Essa é uma medida de segurança em condomínios muito utilizada, pois o tempo que um portão leva para ser aberto é fundamental para evitar um assalto.Além de utilizar portões automáticos e eletrônicos, há ainda a opção das cancelas de estacionamento, que otimizam o trabalho dos seguranças uma vez que eles não precisam mais usar a força física para abri-las como seriam com as cancelas manuais. Usando as cancelas automáticas o comando é todo feito por controles. É comum tê-las em condomínios maiores, onde o fluxo de carros entrando e saindo costuma ser maior.

Controle o acesso

Em condomínios onde o volume de pessoas circulando é grande, ter uma forma de controlar esses acessos é fundamental para a segurança. Existem algumas opções para este tipo de identificação:

Estas ferramentas de controle de acesso são uma das formas de segurança mais práticas, confiáveis, rápidas e de fácil implementação.

Conclusão

A segurança é uma das principais tarefas da portaria. Portanto, não investir em mecanismos é um erro que pode custar muito caro. Se o porteiro ou vigilante possuir à disposição sistema de câmeras e alarmes, automatização de portões e identificação que facilite o controle de entrada e saída, ele terá um controle maior da função que está exercendo e  isso, sem dúvida, irá acarretar numa maior segurança para o seu  condomínio.

Manter a segurança no condomínio faz parte do papel do síndico. Portanto, se esforçar e adotar medidas para tornar o ambiente do condomínio um local mais seguro e tranquilo é fundamental.

Se quiser saber mais sobre como a Ser-Tel pode auxiliar na segurança do seu condomínio, entre em contato conosco.