Protocolo Bootstrap: você sabe o que ele é?

Protocolo Bootstrap é um recurso computacional regulamentado pelo Interactive Advertising Bureau (IAB), que configura parâmetros de rede de forma automática, dinâmica e simples. Oferecendo serviços complementares para TCP/IP (principal protocolo de envio e recebimento de dados da internet), o Bootstrap é bastante empregado na inicialização roteadores, switches e estações de rede.

Criado em 1985 para substituir o Protocolo de Resolução Reversa de Endereço, o Protocolo Bootstrap tem como principal finalidade oferecer a cada dispositivo de rede um endereço IP diferente.

Para saber mais sobre esse recurso computacional, fique atento às informações que a Ser-Tel separou nesse artigo. Te deixaremos inteirado sobre todas as funcionalidade do Protocolo Bootstrap.

Para que serve o Protocolo Bootstrap?

Como foi destacado anteriormente, o Protocolo Bootstrap é utilizado na identificação de dispositivos em rede iniciados pela primeira vez. Ao contrário da comunicação feita pelo RARP (outro protocolo de controle de endereços), a informação no “BOOTP” é processada na camada de rede. Inicialmente, a estação que utiliza esse sistema encaminha a solicitação de identificação na rede por meio de um endereço IP de difusão (uma espécie de endereço de entrada na rede). Esse procedimento é empregado porque a estação ainda não possui o IP necessário para confirmar o recebimento.

Com as implementações anteriores, um computador precisava ser inicializado por meio de um disquete, a fim de garantir a primeira conexão com a rede. Na medida em que a tecnologia foi aperfeiçoada, passaram a ser desenvolvidas placas de rede com o Protocolo Bootstrap já pré-escrito na BIOS (sistema básico de entrada e saída de dados) das placas de interface.

A mensagem do Protocolo Bootstrap é apresenta o seguinte formato:

Funções do Protocolo Bootstrap.

Protocolo Bootstrap em sistemas de segurança

O Protocolo Bootstrap tem um papel fundamental para o funcionamento de sistemas de segurança eletrônica. Por exemplo, um sistema de monitoramento 24 horas precisa estar completamente articulado e isso só possível se todos os computadores estiverem conectados em rede. A troca de dados entre os dispositivos só ocorre se o Protocolo Bootstrap estiver funcionando corretamente. Caso contrário, toda a agilidade necessária para a troca de informações será comprometida.

Agora que você já conhece parte do funcionamento de sistemas de segurança eletrônica, que tal contar com uma empresa que há mais de 50 anos se destaca no segmento de proteção eletrônica no RJ? Entre em contato com a Ser-Tel e conheça mais sobre nossos serviços!

 

Links úteis:
CFTV
PABX
cabeamento estruturado